Almir Sater ressuscita "Rio de Ilusões", de Márcio de Camillo e Rodrigo Sater, no álbum "Totem" de Francis Rosa - Revista Hover

São Paulo, março de 2024 – O músico Francis Rosa prepara-se para lançar seu mais recente álbum, intitulado ‘Totem’, no dia 31 de março em todas as plataformas digitais. Um dos destaques do álbum é a emocionante faixa “Rio de Ilusões”, uma faixa escrita em colaboração pelos cantores e compositores Márcio de Camillo e Rodrigo Sater, que captura a essência e a simplicidade do Pantanal. Em “Totem”, a faixa é cantada por Francis e Márcio de Camillo.

Inspirada pela beleza serena do Pantanal, “Rio de Ilusões” foi concebida em um momento de pura inspiração na varanda da fazenda de Almir Sater, à beira do Rio Negro. Márcio de Camillo compartilha: “Eu e o Rodrigo Sater estávamos na fazenda do Almir, vendo o Rio Negro descendo, e essa foi a inspiração, por isso, que a letra conta muito a história de um pantaneiro que usa os rios como estradas”. 

A canção, que por muito tempo permaneceu guardada, foi resgatada por Almir Sater durante um ensaio com Rodrigo Sater, que além de ser seu irmão, é também integrante de sua banda. Em um ensaio, Rodrigo tocou a canção, e Almir ficou encantado com a melodia e a letra. “Ele gostou tanto da canção que a colocou no próprio show”, conta Rodrigo. “Eu cantava, e o meu irmão fazia um solo muito interessante na viola caipira, e durante muito tempo nós tocamos essa canção no show dele”, compartilha Rodrigo Sater. Depois deste resgate, Márcio de Camillo ainda gravou e incluiu a faixa no EP “Delta da Vida” (2022), de seu projeto Hermanos Irmãos, que ele tem ao lado dos artistas Jerry Espíndola e Rodrigo Teixeira.

Essa colaboração é a segunda entre Márcio de Camillo e Rodrigo Sater a ser gravada por Francis Rosa, após o sucesso de “As Folhas desse Chão”, gravada anteriormente por Francis Rosa com o cantor Zé Geraldo. 

O álbum “Totem”, produzido por Daniel Pereira,  apresenta 11 faixas e conta com a participação de outros sete talentosos artistas cantando ao lado de Francis Rosa: Landau, Paulo Simões, Zé Geraldo, Mônica Giacomini, Maringá Borgert, Guga Borba, Juninho Serafranny e Júlio Moura.

Sobre Márcio de Camillo: 

Cantor, compositor e instrumentista sul-mato-grossense, cenário que compôs a base inicial de seu estilo musical. Marcio faz parte de uma geração de músicos sul-mato-grossenses que bebeu nas raízes da música regional brasileira principalmente nos ritmos fronteiriços como a guarânia e o chamamé, mesclando essas influências com a música contemporânea, como; o folk, o blues e o rock’n’roll.

Com 28 anos de carreira, Márcio De Camillo lançou quatro álbuns solos e um DVD, sendo o primeiro disco “Olhos D’Água” em 1995, mais dois CDs com o trio Hermanos Irmãos e dois álbuns dedicados a cultura da infância: o Crianceiras Manoel de Barros e o Crianceiras Mário Quintana sucesso de público e crítica.

Como compositor, tem canções gravadas por Renato Teixeira, Zé Geraldo, Sérgio Reis, Geraldo Espíndola, Rodrigo Sater, Paulo Simões, Francis Rosa,  entre outros. Com um espírito de um artista curioso e inquieto, em 2007, depois de uma experiência de trabalho com a Unesco, muda-se para Espanha e posteriormente para Portugal com o objetivo de intercambiar com a cena artística local. Realizou diversos shows e um importante intercâmbio entre a viola caipira e a viola de arame na Ilha da Madeira culminando na participação na gravação de um DVD a convite do grupo português Xarabanda.

De volta ao Brasil, fundou a Associação de Músicos do Pantanal (AMP), visando a divulgação e valorização da cultura do Mato Grosso do Sul e principalmente a conscientização ambiental e a preocupação com o meio ambiente. 

Márcio De Camillo atualmente reside em São Paulo já dividiu o palco com artistas como Almir Sater, Renato Teixeira, Dani Drexler, Zé Geraldo, Gabriel Sater, Geraldo Roca, Tetê Espíndola, Toninho Ferragutti, Jerry Espíndola, Rodrigo Teixeira, Alzira E, entre outros.

Sobre Francis Rosa:

Cantor e compositor, Francis Rosa traz em seu repertório, canções que refletem seu amor e respeito pela cultura do homem do interior.

Nascido e criado em Joanópolis – SP – Serra da Mantiqueira, músico autodidata, se profissionalizou musicalmente em 1997 quando começou a compor e gravar suas canções. desde então, foram 3 DVDs e 11 álbuns gravados, sendo o último lançado também em vinil.

Orvalhado (2006) Passaredo (2012) Tocando a Vida (2014) também em DVD Estradas (2015) Lírios (2015) O Jeito Desse Meu Lugar (2015) Caminhada (2016) Zé Geraldo e Francis Rosa “Cantos e Versos” (2018) também em DVD Entre Serras e Águas (2019) De Joanópolis a Barbacena (2021) também em DVD No Turvar do Dia (2022) somente em DVD Zé Geraldo e Francis Rosa ” O Poeta e o Violeiro” (2022)

Sua inspiração está nas coisas simples do dia a dia, nas conversas nas praças e nas rodas de violas tão comuns nos terreirões deste país.

Links Márcio de Camillo:

Instagram: @marciodecamillo

YouTube: @marciodecamillo

Spotify: marcio De Camillo

Share.