É possível usar arquétipos para se conectar em um nível emocional com o público - Revista Hover

De acordo com Leonardo Queiroz, marcas como Disney e Harley Davidson são bons exemplos do uso e tem consumidores fieis

É muito comum que grandes marcas, sejam elas corporativas ou pessoais, façam uso de arquétipos para gerar conexão. Isso porque os arquétipos ressoam com as experiências humanas, emergindo de um inconsciente coletivo e ajudando a construir uma ligação forte em nível emocional.

De acordo com Leonardo Queiroz, retratista, formado em PNL e especialista em arquétipos, quando uma marca conhece bem seu público e entende a fundo suas demandas e valores, pode aproveitar todo o potencial dos arquétipos para gerar conexão e, consequentemente, vender mais produtos e serviços. “Podemos pensar em marcas como Walt Disney, por exemplo, que usa o arquétipo do mago, um arquétipo que representa a sabedoria e o poder associado à capacidade de criar. Ele estabelece conexão emocional com quem busca magia, transformação”, exemplifica.

O especialista também cita marcas como Harley Davidson e Diesel, que usam o arquétipo rebelde e geram conexão com um público que gosta de liberdade e independência. “Essas marcas sabem usar muito bem o poder do arquétipo para fortalecer a ligação com seu público. Quem consome um produto dessas marcas se sente mais livre”, afirma.

Segundo Leonardo Queiroz, alinhar uma marca com um arquétipo específico é comunicar não apenas o que se quer vender, mas também o que a marca representa em um nível mais simbólico e emocional. “Os arquétipos podem ser utilizados para comunicar valores, propósitos e diferenciais de forma consistente e ajudar a atrair quem acredita neles”, explica.

Ele ressalta que os arquétipos apelam diretamente para emoções e experiências universais, o que costuma ser muito eficaz em publicidade e storytelling, onde histórias arquetípicas podem evocar respostas emocionais poderosas.

“Uma vez que uma marca – seja uma empresa ou uma pessoa – estabelece uma forte conexão emocional com seu público através de arquétipos, isso pode levar à lealdade do cliente. Os consumidores se sentem compreendidos e valorizados em um nível mais profundo, o que os incentiva a permanecerem fiéis à marca”, finaliza.

Sobre Leonardo Queiroz

Leonardo Queiroz é retratista, formado em PNL e certificado pelo Richard Bandler. É empresário, empreendedor, esposo, pai e especialista em arquétipos, algo essencial para a utilização no posicionamento assertivo a fim de aumentar a percepção de valor sobre você e levar seu negócio para o próximo nível, tornando-o mais desejado ao público certo com atração autêntica. Para saber mais, acesse o insta leoqueirozcom

Share.