Odontologia 3D está revolucionando o controle de infecções em clínicas e consultórios - Revista Hover

Segundo José Todescan Júnior, membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, esses avanços protegem os pacientes e oferecem aos dentistas uma forma mais segura e conveniente de realizar seu trabalho

Uma das contribuições mais significativas da tecnologia no campo da saúde é a odontologia 3D. Esse conceito tem sido capaz de maximizar o controle de infecções, proporcionando um ambiente clínico mais seguro tanto para pacientes, quanto para profissionais da área odontológica.

De acordo com o Dr. José Todescan Júnior, especialista em Prótese Dental, odontopediatria e endodontia, além de membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, tradicionalmente, dentistas dependiam de processos analógicos para criar modelos e moldes dos dentes dos pacientes. “Essa prática envolvia o uso de materiais que eram manipulados tanto pelos dentistas quanto pelos técnicos em laboratório, facilitando a transmissão de patógenos e aumentando o risco de infecções cruzadas entre pacientes e profissionais de saúde”, revela.

Solução para o controle de infecções

Com a introdução da tecnologia 3D na odontologia, os riscos associados aos métodos tradicionais começaram a ser significativamente mitigados. “Os scanners 3D eliminam a necessidade de moldagens físicas, substituindo-as por imagens digitais altamente precisas dos dentes dos pacientes. Este avanço significa que não há contato direto que possa facilitar a transferência de patógenos”, pontua.

Segundo o especialista, as principais vantagens da odontologia 3D no controle de infecções são:

  1. Eliminação de moldes físicos: Ao usar scanners 3D, os dentistas podem obter imagens detalhadas da boca do paciente sem contato físico, reduzindo drasticamente as possibilidades de contaminação. Além disso, livra o paciente das tão desconfortáveis moldagens. 
  2. Digitalização e projetos remotos: Projetos e ajustes podem ser realizados digitalmente, permitindo que os técnicos de laboratório trabalhem a partir das imagens digitais sem a necessidade de contato direto.
  3. Redução de visitas ao consultório: Com a precisão dos modelos 3D, muitas vezes reduz-se a necessidade de múltiplas consultas para ajustes, diminuindo assim a exposição geral e potencial transmissão de doenças.
  4. Esterilização de equipamentos: Equipamentos utilizados nos processos de digitalização 3D são mais fáceis de limpar e desinfetar em comparação com o vasto conjunto de ferramentas necessárias para a manipulação de moldes tradicionais.

Um futuro mais seguro e eficiente

Todescan acredita que a odontologia 3D não apenas melhora a precisão e eficiência dos tratamentos dentários, mas também desempenha um papel crucial na prevenção de infecções. “Estes avanços protegem os pacientes e oferecem aos profissionais de odontologia uma forma mais segura e conveniente de realizar seu trabalho, estabelecendo um novo padrão de cuidado na saúde bucal e tornando a prática odontológica mais rápida e previsível”, finaliza.

Sobre José Todescan Júnior

Atuando com excelência na área de Odontologia há mais de 33 anos, José Todescan Júnior é especialista em Prótese Dental, Odontopediatria e Endodontia pela USP. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, membro da IFED (International Federation Esthetic Dentistry), membro da no Associação Brasileira de Odontologia Estética e membro da ABOD (Associação Brasileira de Odontologia Digital). Ele acredita que o profissional que se aperfeiçoa em diversas áreas pode escolher sempre o melhor para os pacientes.

Sobre a Clínica Todescan

Fundada pelo Dr. José Hildebrando Todescan, referência na área de odontologia no Brasil, há mais de 70 anos a Clínica Todescan atende pacientes com toda dedicação e excelência. O trabalho abrange praticamente todas as áreas da Odontologia, seja estética, curativa ou preventiva, sendo oferecidos tratamentos de alto nível científico, técnico e ético. Para mais informações, acesse clinicatodescan.com.br ou instagram.com/todescanjrodontologia.

Share.