Liderança Vs. Gestão - Revista Hover

Se caro leitor você acredita que LIDERANÇA e GESTÃO são a mesma coisa, não está sozinho. Eu também achava, ao liderar equipes, falhei por anos sem perceber essa distinção crucial. Seguia à risca os preceitos dos “gurus da administração”, aplicando inúmeras ferramentas, conceitos de livros, softwares, treinamentos e workshops. E adivinha? Nada deu certo.

Meu time tinha que fazer um esforço imenso para ser simplesmente “ruim”, deu para entender o nível da coisa? Cansado disso, chegou um momento em que decidi mergulhar de cabeça no universo da “LIDERANÇA”. Identifiquei padrões entre empreendedores bem-sucedidos e os que, assim como eu na época, enfrentavam dificuldades. A diferença entre eles não residia apenas nos resultados finais; apesar de dominarem ferramentas de gestão, os empreendedores de sucesso destacavam-se como BONS LÍDERES, enquanto os sem resultados, embora também bons em ferramentas, não sabiam inspirar e liderar pessoas. Resumindo, só uma boa gestão não irá levar o seu negócio para o próximo nível.

Vou deixar mais claro, ninguém vai se colocar na frente de uma bala para salvar um gestor. Mas uma multidão faria isso por um líder.

Antes de receber eventuais críticas, vale ressaltar a importância da gestão em qualquer contexto. No entanto, minha tese é simples: “Quanto mais líder você for, menos gestor precisará ser. Quanto menos líder, mais gestor.”

No final do dia, todas as empresas são, essencialmente, formadas por pessoas. O humorista e professor de criatividade, Murilo Gun, brilhantemente expressa isso ao interpretar o CNPJ como “Conjunto Nacional de Pessoas Juntas”. Muito bom.

Partindo da premissa de que as empresas são compostas por pessoas, torna-se absurdo que líderes ou gestores dediquem mais atenção a planilhas e gráficos do que à saúde mental de sua equipe, por exemplo.

Uma visão interessante sobre essa questão é ilustrada por uma enquete que realizei em meu perfil do LinkedIn. A pergunta simples era: “Quem consegue alcançar mais resultados com seu time?” Para tornar a questão mais lúdica, associei as figuras de Bill Gates e Steve Jobs à liderança e ao chefe, respectivamente. Quer dar um palpite no resultado final?

Como esperado, o líder, representado por Bill Gates, venceu com esmagadores 99%, demonstrando que a maioria concorda que os líderes obtêm mais resultados do que o chefe. Será mesmo? Errado!

Vamos olhar para esse duelo sob uma perspectiva diferente. Bill Gates como líder e Steve Jobs como chefe. Essa é a verdadeira questão. Alguém questiona os resultados da Apple, uma empresa liderada por um “chefe”? E agora? Calma, você não estava tão errado assim.

Tanto líderes quanto chefes podem atingir metas e construir impérios. A diferença crucial é que o líder alcança esses feitos sem desgastar sua equipe. Em analogia aos esportes a motor, ambos podem virar voltas rápidas, mas o líder não desgasta seus pneus.

O tema é complexo e profundo, o que justifica meu encanto e dedicação ao estudo. Durante anos, avaliei meu time por gráficos de performance no Excel, e a empresa quase quebrou inúmeras vezes. Após compreender que o sucesso reside em uma cultura forte, times engajados e um líder inspirador, em dois anos, construí um negócio de múltiplos  7 dígitos de faturamento, algo que não havia alcançado em uma década.

Deixo-lhe uma provocação: no seu dia a dia, você passa mais tempo sendo chefe/gestor ou liderando sua equipe? Reflita sobre isso…

Thiago Fonseca @o.thiagofonseca

CO-FOUNDER PARTNERS Aceleradora de mais de 500 Negócios | MENTOR de negócios | TREINADOR Ajudo líderes a criar, gerenciar e escalar times de alta performance.

Share.