Ansiedade não é um problema só para os adultos - Revista Hover

O livro infantil “A bailarina e a flor” retrata a história de uma menina que sofreu com a ansiedade em sua primeira apresentação de balé

No último dia 14 de março, aconteceu na Livraria da Vila dos Jardins, na região central de São Paulo, o lançamento do livro “A bailarina e a flor”. Escrita por Fernanda King, uma mãe que é pedagoga e diretora escolar, essa obra aborda a temática da ansiedade na infância de maneira leve e gostosa de ler.

A autora ressalta que existem episódios pontuais de ansiedade relacionados a eventos, mas que em casos de persistência ou de crises mais graves, um especialista deve ser consultado. Afinal, esse é um dos males do século. A cada dia a preocupação com a saúde mental aumenta, à medida que cada vez mais cedo crianças tem sofrido com depressão e outras questões de ordem emocional.

É na infância a fase que surgem até 80% das questões crônicas de saúde mental. Segundo pesquisa da USP, aproximadamente 10% de todas as crianças e adolescentes têm ou irão ter algum tipo de ansiedade.

Para a pedagoga, fatores como a pandemia de COVID 19 e o uso cada vez maior e mais precoce de telas tem contribuído para o aumento desses números. E cabe às famílias estarem atentas e presentes na vida das crianças e adolescentes. E o livro retrata tudo isso de maneira lúdica e poética, afinal é baseado em uma história real vivida entre mãe e filha.

Além de autora, professora e mantenedora escolar, Fernanda também dedica seu tempo a fazer cursos e palestras, orientando pais e educadores sobre temas como inclusão escolar, educação positiva, desenvolvimento infantil e “como criar filhos no século XXI”, tema de workshop que realiza com famílias para abordar questões como uso excessivo de telas, alto consumo de doces e industrializados, limites, bullying e cyber bullying. Assuntos extremamente necessários nos dias atuais, assim como a temática do seu primeiro livro, disponível e muito bem avaliado na Amazon.

Para mais informações sobre a obra literária ou sobre as palestras de Fernanda King, acesse a página @kingeducacional.

Share.